Existem pessoas extraordinárias que fazem coisas extraordinárias. Sendo empresários excepcionais , podem ganhar fábulas de dinheiro e proporcionam muita alegria e conhecimento e mais do que tudo, elas devolvem às pessoas que os cercam muito do que ganham. São amadas, reconhecidas nas ruas, e todo o amor que recebem distribuem em na mesma medida.

O que fazem eles, para tamanho reconhecimento?

Oferecem beleza, alegria, entretenimento e aquele momento único, em que saímos de nós mesmos para viver uma outra vida, nem que seja por um breve momento.

Existem algumas pessoas assim.

Silvio Santos nasceu em uma família de imigrantes judeus, e desde pequeno seu talento de comunicador ficou evidente .Em toda a sua vida, como artista e empresário, teve uma carreira de sucesso no rádio, na televisão e no meio empresarial . Já bem jovem, o espírito criativo e empreendedor já aparecia e se desenvolveu de uma maneira incrível, como jovem radialista, na percepção de numerosos novos empreendimentos, como emissora de televisão , banco, construtora e, principalmente como um excepcional apresentador de programas de televisão.

Francisco Assis Chateaubriand, o Chatô, jornalista, empresário e político de grande expressão foi dono dos “Diários Associados”, a maior rede de comunicação do país, entre as décadas de 30 e 60. Homem culto, advogado e jornalista, o que lhe deu a possibilidade muitas viagens. Fundou com Pietro Maria Bardi o MASP, em 1947, com um maravilhoso acervo, tendo sido adquirido com as doações de grandes empresários conseguidas com o prestígio de Chatô, que aproveitou os baixos preços das obras europeias. Afinal era o pós-guerra ,momento único para bons negócios.

Pois dois museus paulistas ,também extraordinários em sua visão de expansão cultural , de duas formas diferentes, nos mostram a importância desses empresários excepcionais.

O MIS com a exposição temporária de ” Silvio Santos Vem Aí !” , atual e popular , mostra como se fosse um estúdio de televisão , os cenários , interativos. A mostra da história da televisão e do caminho percorrido por Silvio Santos foi organizada por seu diretor , André Sturm, conhecido por seu trabalho inovador.

Aqui a exposição é Silvio Santos.

O MASP Museu de Arte de São Paulo, com um acervo primoroso, foi fundado por Assis Chateaubriand, homem culto, dono de jornais, revistas, emissoras de rádio e televisão. Este empreendedor deu vida a um projeto enorme: fundar um museu de nível internacional, com obras importantes e maravilhosas, coleções de gravuras, fotografias, desenhos. Este museu tem espaços para aulas, exposições temporárias e internacionais O prédio do museu , projetado por Lina Bo Bardi é, até hoje, o cartão postal da cidade.

Chatô não é exposição no museu que criou. Precisa?

Compartilhe